Friday, September 14, 2007

Saber dar a volta por cima


Ora...como estamos hoje?
Com soninho.
Falta de raciocinio.
Voltada de uma férias muitos longas para o ócio.

Estou serena, apenas.
Sem grandes aparatos.
A manter a minha paciência, como na carta de Osho que li ontem, muito gira.
Como vi na imagem da raia que é um elementos marinho que cria a paciencia através da respiração. Quando fica debaixo da areia para se proteger.
E como a minha querida Tartaruguinha o veio mencionar mais uma vez, na escola da minha vida.
Um pouco de yoga em mim, para me sentir leve.
Para me sentir zen.
Cá estou eu.
Um pouco de mim bem.
Muito de mim e reestruturar-se.
Medo.
Mandar embora.
Refugio.
Mais do que necessário.
Parar para sentir a areia molhada nos pés.
Parar para respirar o ar puro e calmaria de uma brisa maritima.

Não querer o lusco fusco social.
Não Manter as aparências.
Procurar a genuinidade.
Sagitários que só gostam do convivio social, da exuberância.
Do excesso.Não têm medidas.Não têm stops.

Hoje é a continuidade do dia de ontem.
Cultivar a paciência em mim.
Para que o dia corra com mais calma e mais tranquilidade.

Criar diálogo activo.
Nada de futilidades. De fofocas. De excentrismos.

Falar com amigas.
Soube-me muito bem.
Senti-me importante.
Senti-me um pouco Eu.
Voltar a falar com amigas.
Socializar-me.
Dar mais acção e amor ao meu trabalho energético.

Contemplar os óleos essenciais e tomar um banho de imerssão.

Criar tempo para mim.
Preciso.
Que bom.
Vou por aí.
Nesse caminho mais leve, mais descontraído e desprendido.
Desapego.
Fascinante.

2 comments:

Pi said...

e de repente...
abriste a pestana!

Tartaruguinha said...

:) Sinto a maresia do despreendimento a chegar, as ondas da liberdade, o som vibrante da rebentação repetida levando as más energias e trazendo nova força interior. Mergulha nesse mar,lava a alma e renova-te.

Um beijo grande *****