Friday, April 20, 2007

Amor incondicional (Quando e como)


Quando falamos de amor incondicional, que quer dizer assim sem condião, sem restrição e abrangendo todos os seres humanos e inclusivê seres vivos, como plantas e animais, juntamos a essas peças um pouco o conceito de amor universal.

O amor que se tem pelo universo e por todos.
O amor que se tem pelos outros de forma universal (de fazer chegar a todo o lado )
e sem condição, é o amor incondicional.

Amor ao próximo, sem querer receber algo em troca.
Fiquemos conscientes de que recebemos do Universo, aquilo que lhe damos a ele (Universo).

Acredito que se fizermos coisas sem esperar receber algo em troca, ficaremos mais livres, mais desprendidos e mais desapegados das coisas materiais. Porque simplesmente fazemos de coração.

No entanto, o mundo está feito de matéria.
E se vivemos neste mundo, temos de tratar de nos coordenarmos entre a matéria e o espirito, e as aprendizagens de que necessitamos como alimento espiritual e fisico.

Dar sem querer receber, é a melhor forma de amor incondicional, que possamos ter.
Porque se damos, com o intuito de receber algo em troca, então estamos a agir com o interesse de receber algo em troca. Não de coração, mas sim de forma interesseira.

Deixemos que o Universo se encarregue disso mesmo. De nos dar as bençãos que a nós pertençem. De nos retribuir aquilo que lhe demos a ele outrora.

Não falo de conceito de causa efeito, mas sim, de fazer desprestensiosamente.
Fazer as coisas por amor.
Apenas isso.

No entanto tenhamos de ter em conta sérios factores de risco que se localizam nesta alinea)

Fazemos por amor.
Não esperamos nada em troca.
Mas temos apenas de ter atenção a algo, como o aproveitamento de outros em relação ao nosso gesto de amar incondicionalmente.

E bem assim, o amor incondicional, se não for bem direccionado, pode ser mal interpretado pelos outros.
Podem pensar que somos "tótós" e podem querer aproveitar-se disso mesmo, para chegar aos seus fins.

Ou seja,
Nós damos amor incondicional sem eperarmos nada em troca.
Mas nem todos são assim.
Nem todos sabem reconhecer o amor incondicional, percebendo que é sem condição. Que é sem interesse.
Mas sim agir e amar sem qualquer objectivo delineado de receber algo em troca.

Ficamos então com o papel de tolos, na arte de amar incondicionalmente, aos olhos de muitos. No entanto, temos de aceitar que as pessoas são diferentes umas das outras e não veêm as coisas com a mesma perspectiva. (Aceitação do Ser)
E aí, e aproveitando-se disso, as pessoas aproximam-se umas das outras, para poderem receber algo em troca.

A isso chamamos de exploração. Porque sai fora dos parametros justos em relação a todos os seres. (Respeito e direitos iguais em relação a todo e qualquer ser).
E não sejemos néscios, nesse conceito.

Nós podemos dar. Aplicar o nosso amor incondicional da nossa melhor forma. Por atitudes, e por gestos
Mas não sejemos néscios quando se pretendem aproveitar disso mesmo.

Chamo a isso de inocência e generosidade exacerbada.
Ver que nos estão a explorar, (a aproveitarem com interesse uma situação) deixando-nos ir pela corrente.

Bem sei que nós, e a nós só nos cabe o papel de amar.
De fazer o nosso melhor, individualmente.
Mas acho também que não devemos passar por estupidos aos olhos dos outros.
Nós não somos fontes de vida, como o foi Jesus.

Somos seres Humanos, que podemos fazer o bem, e amar desprendidamente todos, onde há lugar para todos.
Mas não se aproveitem é de uns e outros para conseguir os seus objectivos.
Ajudem-se uns aos outros, apenas isso e com amor.

Devemos dar, com vontade de dar, sem querer receber algo em troca, mas sim perceber que o nosso lugar está bem vincado no coração do grande Universo de Luz.
E por isso,
damos ao Universo, aquilo que iremos receber.
Da minha parte, faço o meu melhor...e tento fazê-lo diáriamente.
Mas também não sou perfeita.
Mas seria incapaz de me aproveitar da desgraça alheia. E muito menos explorar alguém, nessa medida.

1 comment:

Pi said...

quem dá por amor, sem esperar nada em troca, é incapaz de usurpar e sabe que tudo gira e se recicla, indo e vindo e produzindo mais e mais... amor!

apesar de todas as vicissitudes!

muito amor
pi